FILMES DIRIGIDOS POR HECTOR BABENCO

Por Tifanny Valente

20out2015---o-cineasta-hector-babenco-que-apos-oito-anos-lanca-seu-novo-filme-meu-amigo-hindu-na-39-mostra-internacional-de-cinema-de-sao-paulo-1445385342188_9

O cineasta argentino, naturalizado brasileiro, Hector Babenco, morreu aos seus 70 anos por causa de uma parada cardíaca na noite de quarta-feira (13). Babenco se foi deixando seus trabalhos marcantes e incríveis realizados ao longo dos seus 40 anos de carreira. Em homenagem a esse brilhante artista, separei aqui quatro de suas obras que foram baseadas em livros, ou que depois ganhou versões literárias.

1

1- Carandiru (2003)

A história de antes e durante o massacre do presídio Carandiru que resultou na morte de 111 pessoas. O longa também é uma denúncia à falta de ética da polícia, contendo muitas cenas inesquecíveis! Carandiru ganhou algumas versões literária como “Carandiru 111” de Doug Casarin, “Carandiru: a Prisão, o Psiquiatra e o Preso” de Elizabeth Cancelli e “Estação Carandiru” de Drauzio Varella.

2

2- Brincando nos Campos do Senhor (1991)

Adaptação do Best seller de Paul Mathiessen. A história é sobre um casal de estadunidenses missionários que chegam à selva Amazônia na intenção com sue filho pequeno para catequizar os índios que vivem naquela área. Porém, a presença de um missionário descendente de índios norte-americanos termina complicando as coisas.]

Meryl Streep plays piano in a scene from the film 'Ironweed', 1987. (Photo by TriStar/Getty Images)

3- Ironweed (1987)

Adaptação do livro homônimo de William Kennedy. O filme tem grandes nomes no elenco, como Jack Nicholson (Francis Phelan) e Meryl Streep (Helen Archer). Conta a história de um casal de alcoólatra que usam a bebida para tentar fugir das lembranças do passado. Francis tanta se esquecer de ter sido responsável pela morte do próprio filho. Já Helen sofre de depressão pós fama, por ter sido uma grande cantora e pianista. Francis tem que voltar a realidade, pois precisa conseguir um emprego para melhor a vida dos dois.

1062342

4- O Beijo da Mulher Aranha (1985)

Adaptação do romance de Manuel Puig. A história é sobre dois presos que dividem a mesma cela: Um é político de esquerda, o outro é um homossexual condenado por “corrupção de menor”. O longa é um exemplo do clássico “filme dentro do filme”. William Hurt ganhou a estatueta de Melhor Ator no Oscar e no Festival de Cinema de Cannes de 1986 por sua atuação nele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s